quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Mitos e verdades sobre o omeprazol

O omeprazol serve para forrar o estômago?
Ele protege o estômago de outros medicamentos?
Serve como antiácido? Posso usá-lo quando estou com dor de estômago?
Qual é o melhor: omeprazol, pantoprazol, esomeprasol, lansoprazol?




Estas são dúvidas extremamente comuns que observo no meu dia-a-dia como farmacêutico. Meu objetivo neste post é tentar esclarecê-las da maneira mais simples possível.

Então vamos lá:

  • O omeprazol serve para forrar o estômago?

Esta é uma crença bastante comum. A resposta é NÃO. O omeprazol não forra o estômago. Sua ação é diminuir a produção de ácido pelo estômago. O único medicamento com uma ação parecida com "forrar o estômago" é o sucralfato. Na verdade, ele recobre apenas as lesões conhecidas como úlceras, protegendo-as do ácido estomacal. Portanto, o omeprazol não tem a propriedade de forrar o estômago.

  • Ele protege o estômago de outros medicamentos?

Se considerarmos que alguns medicamentos promovem um aumento da produção de ácido pelo estômago, e que o omeprazol diminui essa produção, então podemos dizer que ele "protege" o estômago desses medicamentos.

  • Serve como antiácido? Posso usá-lo quando estou com dor de estômago?

Esse é um dos maiores erros realizados com a automedicação. Muita gente compra omeprazol para tratar uma "dorzinha" no estômago, que, quando acontece esporadicamente, em geral deve-se à uma dispepsia (popularmente conhecida como indigestão, ou má-digestão, peso no estômago, etc). A função do omeprazol não é essa. Ele é utilizado para tratamento de gastrite, refluxo, úlceras, entre outros, por causa da diminuição prolongada da produção de ácido pelo estômago, como já foi dito aqui. Os medicamentos que podem ser usados para alívio imediato dessa dor ou desconforto esporádico são os antiácidos como Eno, Estomazil, Pepsamar, Magnésia Bisurada, hidróxido de alumínio, entre muitos outros. Estes neutralizam o excesso de acidez, trazendo um alívio quase imediato.

  • Qual é o melhor: omeprazol, pantoprazol, esomeprazol, lansoprazol?

Na realidade, não há um medicamento superior ao outro, ou "mais forte". A escolha deve-se à preferência do médico, ou ao valor, ou à adaptação do paciente. Todos estes medicamentos pertencem à mesma "família", e agem da mesma forma.

Só um lembrete: seja qual for o seu problema, nunca faça a automedicação. Procure um médico, ou informe-se com um farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento!


Pesquisar este blog

Você também poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...